aos amigos que partiram (II)


zé murta

que dizer de ti, zé?

registo efectuado em 2007, retrata o arrais durante a venda de peixe. um bom amigo que a doença levou em 2010, antes de a safra começar.

proprietário do barco “olá sampaio”, tinha adquirido nos últimos anos um novo barco o “olá s. pedro”, que vendeu meses antes de morrer. onde quer que estejas zé, quero que saibas que é muito difícil substituir a tua ausência e a tua presença é cada vez mais forte.

abraço do teu amigo, cravo

aos amigos que partiram (I)


vitor caravela

pensei em fazer uma série de 40 fotos.

as últimas, são de homenagem a 3 pescadores da torreira e de quem, em vida, fui amigo.

o vitor morreu novo e no último verão que estive com ele era um homem sempre bem disposto e, como todos os pescadores da torreira, um grande braço de trabalho.

abraço vítor

(companha do marco-torreira)

mulheres da praia de mira


violete milheirão

se há diferenças entre a pesca na praia de mira e na torreira,uma delas é a presença das mulheres no trabalho de mar.

na torreira são tantas ou mais que os homens, e só existem 2 companhas, na praia de mira não serão 4, mas 3 são de certeza, as que ajudam no mar.

a violete é uma delas, trabalha na companha do zé monteiro, do barco de mar s. josé.

(praia de mira)

morreu o ti manel trabalhito


 

manel trabalhito

depois de há poucos meses ter morrido o irmão, antónio trabalhito, foi agora a vez do ti manel.

pescador de grande experiência era dono de uma das duas companhas de “chincha de pareja” que abasteciam os restaurantes da torreira.

para toda a família, em particular para os filhos e esposa e o irmão agostinho, o meu grande, grande abraço

http://www.youtube.com/watch?v=MHb5lAXxtlo