postais da ria (249)


como se

como se dança
os corpos

como se música
os sons

como se agora
o antes

como se aqui
o longe

nada mais falso
que o óbvio

0 ahcravo_DSC_2537

safar redes é trabalho de casal

(torreira; safar redes; 2013)

 

Anúncios

os moliceiros têm vela (303)


sonhar

0 ahcravo_DSC_2070 bw

ser eu criança
o mundo
caber-me na mão

sonhar é o caminho
onde
começa o amanhã

ser todo o tempo
agora
eu criança sempre

0 ahcravo_DSC_2070 sep

(torreira; regata da ria; 2013)

0 ahcravo_DSC_2070 s

o moliceiro “Dos Netos”

os moliceiros têm vela (299)


tá-se bem

0 ahcravo_DSC_7064 s bw

no moliceiro “Dos netos” com o meu amigo ti abílio

(que as minhas para contigo
só à vista terão fim)

há muitos anos
talvez não tantos
que o tempo engana

era assim que
terminavam
as cartas de amor

há muitos anos
no tempo dos meus pais
havia cartas e moradas
postais e telegramas

agora
sms’s e-mail’s
e amor

tipo
tá-se bem

0 ahcravo_DSC_7064 s

no moliceiro “Dos netos” com o meu amigo ti abílio

(torreira; regata do s. paio; 2016)