os moliceiros têm vela (288)


moliceiro

0 ahcravo_DSC_5608 bw

o tempo os homens as artes
memória

a árvore legada raiz
bandeira

um barco um nome
a terra

numa só palavra tanto
moliceiro

onde não há cultura não há
futuro

um sonho pode morrer assim

0 ahcravo_DSC_5608

(torreira; s. paio; 2017)

Anúncios

crónicas da xávega (220)


então farão postais

0 ahcravo_DSC_6032 s bw

vêm de longe as vozes
conheci algumas
respeitei muitas
conheci-os um pouco

homens mulheres
gente desta terra
de onde sempre
para o mar se partiu
e onde nem sempre
se regressou

ficou o mar
na areia varados
o barco e a arte
a companha renovada

até um dia
em que na praia vazia
deles só a areia
se lembrará

então farão postais

0 ahcravo_DSC_6032 s

(torreira; 2016)

mãos de mar (36)


a mão de um amigo

KONICA MINOLTA DIGITAL CAMERA

a mão do ti alfredo fareja (falecido)

a mão de um amigo
será sempre
a mão de um amigo

mesmo se dela
a imagem
apenas

a imagem
opera na memória
a viagem no tempo
solares os dias ainda
os homens íntegros
inteiros

assim me acompanho
em dias de mais solidão

(torreira; 2006)

 

 

os moliceiros têm vela (287)


a  matemática da vida
(para o ti manel valas)

0 ahcravo_DSC_2087 bw

o moliceiro “manuel silva” do ti manel valas que, com o o zé pedro a timoneiro, ficou em 2º lugar

somar tudo
estar vivo é isso

a matemática
é simples

ao final da soma
chamam total

e subtraem-te

0 ahcravo_DSC_2087

o moliceiro “manuel silva” do ti manel valas que, com o o zé pedro a timoneiro, ficou em 2º lugar

(regata da ria; 2013)