dorme bem pai


estou triste porque partiste
e feliz porque não sofreste

é assim o amor pai
deseja uma boa morte aos amados

em silêncio nos diremos enquanto

não morreste
adormeceste para sempre
dorme bem pai

postais da ria (399)


águas vivas

outras as artes outras redes
malhas mais finas
prenderam o sonho
o sol uma vida

o testemunho do tempo
o olhar a guardar a memória
onde agora

safam-se os dias
onde algas secas ainda

a paciência é a arte
da sobrevivência

a reinvenção dos dias
é um tempo cheio de tempo
uma navegação em águas
vivas porque revividas

(torreira; safar redes; 2019)

os moliceiros têm vela (467)


se não houvesse homens
quem faria os barcos
quem os manejaria

o futuro dos moliceiros
se o houver
está no querer de quem manda

que homens de fazer
os temos

o rui miguel (russo, índio…) na preparação da regata da ria 2020

foi um dos jovens tripulantes que ganharam a regata do s. paio, de 2021