“HAVERÁ SEMPRE FLORES NAS ÁGUAS DESTE RIO”, leonora rosado


ahcravo_DSC_5594_quase_flores_lr
biografia
leonora rosado (1971) nasceu perto de sintra.
segundo as suas próprias palavras ” procuro a nudez das palavras, o seu silêncio a sua mais alta e distante constelação”
bibliografia
Tem publicados dez livros de poesia: Dias Horizontais Noites Assim (2012, Nu Limbo Edições); O Ocaso e as Horas (2013, Nu Limbo Edições); Argila (2014, Nu Limbo Edições); A Voz Subcutânea (2015, Nu Limbo Edições); Impurezas (2016, Temas Originais); Ruptura (2016, Nu Limbo Edições); A Fenda no Sangue ( 2017, Editora Licorne); O Livro Do Sopro (2017, Editora Licorne); Trauma (2018, Editora Licorne) e Há Ténues Sinais De Cristal Nos Espelhos (2019, Edições Sem Nome).

os moliceiros têm vela (395)


cansado
0 ahcravo_DSC6594

murtosa; cais do bico; ti zé formigo; 2019

 
fala-me do homem
diz-me que o entendeste
cansa-me esta busca
 
diz-me do homem
tudo o que aprendeste
cansa-me este estar
 
se cada homem é
um barco
ensina-me a navegar
 
é tarde e estou cansado
cansado cansado
cansado
 

retratos da minha terra


ahcravo_DSC_5939_agostinho 2013 bw
tenho amigos assim
tão virtuais que reais são
colhem as minhas fotos
fazem filmes
e enviam-mos
estou vivo
e com amigos assim
estou no mundo
a minha terra
são muitas terras
obrigado a ti
que não queres ser citado
mas que na sombra
deste outra luz
à luz que roubei por aí