oh cravo! as minhas fotos?


SONY DSC

cipriano brandão (gamelas)

cipriano
não sei onde estás
sei onde te deixaram

cipriano
não nos vamos
encontrar mais

mas cipriano

fazes parte
da minha torreira
farás sempre

SONY DSC

o cipriano, no mar, em 2010

(cipriano brandão_gamelas, torreira; 2010)

Anúncios

morreu o meu amigo cipriano


 

000bs pescador 101 s cipriano bw

o cipriano talvez há vinte anos, mas sempre hoje, para sempre

sexta-feira 6 de outubro
um amigo
um amigo de muitos anos
um homem do mar
da ria da torreira
um homem

partiu cedo demais

deixou um buraco
nos dias por vir

chama-se cipriano
chamar-se-á sempre
cipriano brandão (gamelas)

o abraço que lhe dou hoje
dei-lho sempre
há muitos anos que lho dava
que o recebia

os amigos
só partem quando nós também

cipriano
ficas comigo

parabéns ti abílio carteirista


parabéns ti abílio

0 ahcravo_DSC_7731 s bwa

eis o homem da beira-ria, chama-se abílio carteirista

será que este ano são mesmo os 80? ou foi o ano passado?

quem conhece o ti abílio (carteirista) sabe bem que com ele tudo é possível.

eu acredito que este ano são mesmo 80 anos.

fala-se muito da “brejeirice da beira-ria” quando se analisam alguns painéis de moliceiros, mas só se sabe o que é a “brejeirice da beira-ria” depois de alguns momentos de convívio com o ti abílio.

fala-se do “duplo sentido” que algumas legendas de painéis de moliceiros utilizam, veja-se a alcunha “carteirista” e pensa-se logo numa interpretação, mas …… (vejam o vídeo)

o ti abílio tem também da tradição dos homens da beira-ria, no saber o valor da palavra e no reconhecer os amigos – é o que somos.

o ti abílio é a beira-ria

parabéns ti abílio, seja qual for a idade que você comemora hoje, nunca parecerá a que é.

abraço do amigo cravo

(os clips de vídeo, que registei em conversa com o ti abílio, mostram um ti abílio sério, de boa memória, muita experiência de vida e capaz de encarar o futuro com um discernimento que incomodará muitos de menos idade.
hoje o primeiro da série)

crónicas da xávega (194)


carta ao meu amigo miguel bitaolra

0 ahcravo_ DSC_4710 marco 09_miguel bitaolra bw
o tempo correu depressa
ti miguel
você deixou o mar
o corpo já não permite
a dureza da faina

lembro-me de si
e do alfredo fareja
das alegrias
das brincadeiras
do mar ali e nós

o ti alfredo já partiu
já partiram muitos
a areia é ainda a mesma
os barcos ainda vão ao mar
ainda há companhas na torreira

apeteceu-me escrever-lhe
oito anos depois
de lhe ter tirado esta foto

apeteceu-me a memória do que foi
quando não sei o que será

apeteceu-me agora
e agora foi mais forte

abraço ti miguel

0 ahcravo_DSC_4710 marco 09
(torreira; 2009)

mulheres da torreira


mulheres da torreira

0 ahcravo_DSC_4882

teresa castelhana e a filha carla safam redes

elas são donas de casa
elas vão ao rio
elas safam redes
elas parem filhos
elas lavam roupa
elas vendem peixe

elas são mariscadoras
elas são arraisas
elas cirandam
elas escolhem
elas cozinham
elas cosem roupa

elas fazem as contas
elas trabalham no mar
elas vão às compras
elas esperam que eles cheguem
da safra no mar alto

elas choram
elas riem
elas brincam
elas sofrem
elas estão sempre

elas são a camarada

(torreira)

(torreira)