desvários fotográficos (1)

desvários fotográficos (1)


lição no mar (10)

porquê o mar não sabem
lavam a alma uns
outros os olhos

a música a voz o longe
o efémero infinito todos

(27/12/18; aqui)

lição no mar (11)

o instante
apenas o instante

a espuma de ser
aqui tão sentida

(28/12/18; aqui)

lição no mar (12)

ser apenas

quantas terras quantos mares
dentro destas ondas breves

a ninguém dizem
de tão humildes
são apenas ondas

(29/12/18; aqui)

lição no mar (13)

tu

somaram-se os dias e tu
que ficou de ti no tempo

o fim do ano não é
o fim do mundo
escreveu drummond

afastas-te do início do passado
aproximas-te do início do futuro

tão ínfimo tu

(30/12/18; aqui)

bom ano a todos os que por aqui passarem

fui lavar a cara ao mar e quando voltei tinha prenda de iemanjá

 

desvários fotográficos

desvários fotográficos


lição do mar (1)

ouver o mar

lição no mar (2)

chove no mar
e eu
de olhos secos

(19/12/18, aqui)

lição no mar (3)

no embalar das ondas
adormeço
e sonho-me criança

(20/12/18; aqui)

lição do mar (4)

ouvir nas nuvens
a música do mar

(21/12/18; aqui)

lição no mar (5)

há quem venha de longe
só para o ver

eu preciso dele para ser

(22/12/18; aqui)

lição de mar (6)

no princípio era o mar
pelo menos para mim

no fim
no fim será também

(24/12/18, aqui)

lição no mar (7)

ilusão

como se o mar nascesse aqui
mas é o mar que ao mar torna

(25/12/18; aqui)

lição de mar (8)

nos penedos

trazem o mar no corpo
de tanto terem navegado

enjoam em terra

(25/12/18; aqui)

a apanhar caranguejo

lição no mar (9)

há em mim uma criança
que nunca deixou de sonhar

é ela é sempre ela
que pela mão
me leva para o mar

(26/12/18; aqui)

5as de leitura – encontro com nuno camarneiro


46962684_1988638914546820_1595860725929082880_n

no âmbito do projecto das 5as. de leitura, a biblioteca municipal da figueira da foz promoveu, em dezembro, dia 06, pelas 21h30 mais um encontro com um escritor nacional.

desta vez, o convidado foi nuno camarneiro, prémio leya 2012, que conversou com os presentes em torno da sua obra, bem como apresentar o seu mais recente livro “O Fogo Será a Tua Casa”.

desse encontro fica o registo essencial

 

Sobre o prumo das falésias


0_DSC5613

durante o lançamento o poeta ouve a sua poesia

no passado dia 8 de dezembro, decorreu na biblioteca municipal da figueira da foz o lançamento do último livro de rui miguel fragas.

“Sobre o prumo das falésias” foi distinguido com menção honrosa pelo  júri do Prémio de Poesia Soledade Summavielle, destinado a obras originais e inéditas, com um mínimo de trinta poemas.

para mais informação consultar : https://correiodominho.pt/noticias/fafe-jorge-pereira-vence-premio-de-poesia-soledade-summavielle/108899

do lançamento fica o vídeo possível

 

 

 

“quando o mar trabalha” no programa “pinceladas” da foz do mondego rádio


 

20180918_AhCravoGorim_capa_baixa1

na foz do mondego rádio, na figueira da foz, conceição ruivo é autora do programa “pinceladas”, espaço áudio onde conversa sobre arte

nos dias 1 e 2 de dezembro de 2018, a conversa decorreu em torno do livro “quando o mar trabalha”

obrigado conceição ruivo por esta oportunidade, obrigado sansão coelho pela coordenação e obrigado foz do mondego rádio pela eficiência e qualidade da produção do registo áudio, de que aproveitei parte para a produção deste vídeo, com algumas das fotos que integram o livro

a conversa pode ser ouvista no vídeo