postais da ria (365)


o silêncio é uma vela

torreira; regata do s. paio; 2020
começas a escrever os dias
a repetir a palavra ontem
cada dia mais vazia de vida
mais cheia de memória


em ti habitam os que partiram
em ti se demoram
no sobrevoar da ria tão deles


olhas como te ensinaram
e lembras os nomes os rostos
ainda ouves as vozes


o silêncio é um barco
e tu a vela que o tempo enche

postais da ria (355)


os amigos de

0 ahcravo_DSC7967

torreira; jim; safar redes; 2019

 
sentava-me à mesa do café
lia poesia
 
os meus poetas à minha mesa
falavam-me
 
eu era jovem e o tempo imenso
 
sentava-me à mesa do café
sem urgências
 
as de agora com tanta fome
dos amigos de então
 

postais da ria (353)


o gesto

0 DSC_2645a

torreira;zé de gaia; 2017

suspenso o gesto
como o tempo
confinado
adiado
suspenso o tempo
o gesto
amanhã porque
haverá um amanhã
onde sempre nem todos
mas os que por enquanto
esperarei o momento
de suspensão da suspensão
ser ainda depois de
até que
porque nunca suspenso
o tempo
silencioso continua
o gesto será ou não meu
mas será sempre