do homem


o moliceiro velho beija a bateira nova. assim a vida seja

dirás do homem
pela sua obra
a alegria de ser
é para ele o fazer
sorri

mãos de trabalho
mãos de pai
mãos de mãos
um barco mais um
a filha no barco
os filhos sempre
nos barcos do homem

o homem é
porque fez
não porque o fizeram

é esta a minha
gente

 

…………..

 

para ler com vídeo