aos amigos que partiram (II)


zé murta

que dizer de ti, zé?

registo efectuado em 2007, retrata o arrais durante a venda de peixe. um bom amigo que a doença levou em 2010, antes de a safra começar.

proprietário do barco “olá sampaio”, tinha adquirido nos últimos anos um novo barco o “olá s. pedro”, que vendeu meses antes de morrer. onde quer que estejas zé, quero que saibas que é muito difícil substituir a tua ausência e a tua presença é cada vez mais forte.

abraço do teu amigo, cravo