“sou tudo o que aqui encontras”, notícias do lançamento


todos têm um nome, um rosto, um abraço. são amigos

todos têm um nome, um rosto, um abraço, chamam-se: amigos

o monte branco caffé estava cheio de amigos vindos de lisboa, de coimbra, do porto, de aveiro, da terra. amigos que do virtual entraram porta adentro do real e amigos são de facto. amigos de muitos anos e de muito sentir. estiveram ali os que puderam, os que quiseram e os que não podendo fizeram sentir que estavam.

foi uma noite cheia, que abriu com uma apresentação feita pelo meu amigo diamantino matos, que relembrou tempos idos da juventude comum na torreira e na murtosa, interligou, como só ele sabe, as palavras e as imagens do livro,  com todas as formas de expressão artística que tão bem conhece e domina. obrigado diamantino

obrigado a todos, que foram muitos, não só porque encheram a sala, mas porque me encheram a mim, e eu não sei de sala maior que aquela onde amigos como vocês chegam para partilhar comigo o prazer da leitura e da fotografia, de estarmos vivos juntos.

obrigado ao monte branco caffé, por tudo, por tudo.

abraço-vos a todos e somos muitos

(torreira; no dia a seguir)

a primeira edição está quase esgotada. foi uma aposta ganha.