os moliceiros têm vela (146)


nada mais te resta

como se em bando

como se em bando

despede-te devagar
do sol

sustém os dias com mãos
ambas

colhe os frutos mais maduros
saboreia-os

guarda o paladar da ria
nada mais te resta

lembra-te da ria e da sua beleza

lembra-te da ria e da sua beleza

(torreira; regata do s. paio; 2015)