os moliceiros têm vela (419)


carta aos donos da terra

murtosa; regata do emigrante; 2007
ser do mundo cidadão
é destino de quem nasce
em pobres terras
que mundo também o são

ah donos da terra
guardados os palmos
de terra na terra
de que donos vos dizeis

só essa vossa será
porém a ela fugis
porque de tão vossa
a não quereis

à terra o que da terra é
digo

terra que vos ofereço
para que seja toda vossa e nela
vós todos que donos sois

quereis a paz
aí a tereis