torreira, um outro olhar (2)


uma porta

fechada a porta 
da ti luísa.

o silêncio onde eu 
sempre a encontrava

da calada o apelido
nortada para poucos
frente ao mar

não não estou só
verdade ti luísa

amanhã volto
enquanto aqui estiver
volto volto

(torreira:03/07/2021)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s