postais do arroz (12)

postais do arroz (12)


arroz, o oiro do baixo mondego (sementeira manual em zona não emparcelada)

falo ainda das mãos
quando tas dou
em silêncio

sim
no silêncio mais íntimo
onde mãos com mãos
se dizem
o que palavras
jamais

falo ainda das mãos
falarei sempre
condenação
de as ter

borda do campo; 2019

postais do arroz (3)


do incerto

0 ahcravo_DSC6804

semear com saco e apoio de barca

não esperes colher
o que semeaste
colherás mais
colherás menos também
ou nada até se
semearás sem pensar
na colheita
dando o teu melhor
de ti dependes apenas
tu e o seres
sê pois o melhor
semeador
que a colheita seja
o que tiver de ser
é de sua natureza
ouviste falar do incerto
agora conhece-lo
(vinha da rainha; maio; 2019)