o meu país à deriva


 

 

chegado, murtosa

o estado do concelho

é deplorável

da freguesia os fregueses

se queixam

de já a não terem

 

o distrito anda sem governo

e o governo à borda d’água

desejamos naufrague súbito

 

entre pastéis e palhaços

em belém

a torre desespera de não

ser nau

 

é tempo de partir

e os que ficam

que partam tudo

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s