postais da ria (82)


o poema

ahcravo_DSC_0737 bw

redesenhar o homem
à medida do sonho
dar-lhe asas e um sol

refazê-lo noutra geografia
mais próxima do início
de todos os inícios

redizer-lhe o nome e sabê-lo
coisa outra liberta
de grilhetas e angústias de pão

o poema

ahcravo_DSC_0737

(ria de aveiro; torreira)

One thought on “postais da ria (82)

  1. Fui ontem ver a exposição GÉNESIS, com fotografias dos mais remotos lugares do mundo, realizadas por Sebastião Salgado e sua mulher. – São imagens que revelam uma geografia do início, onde a poesia surge através do olhar e do sentir de quem vê, pelo que evocam da memória perdida àcerca do extraordinário equilíbrio duma natureza ainda virgem, que urge respeitar e preservar. . . . . .à espera de palavras por dizer.

    Em 10/05/2015 18:26, “ahcravo’s Blog” escreveu: > > ahcravo posted: “o poema redesenhar o homem à medida do sonho dar-lhe asas e um sol refazê-lo noutra geografia mais próxima do início de todos os inícios redizer-lhe o nome e sabê-lo coisa outra liberta de grilhetas e angústias de pão escreve o poema” >

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s