os moliceiros têm vela (118)


eu e o outro somos um

ahcravo_DSC_6236 bw

cada vez sei menos
e o que sabia esqueci

sou a memória ao contrário
cheio de tudo vestido de nada
desaprendi de sorrir ao vento
de tanto o vento me cortar o sorriso

restam-me as mãos e os olhos
este bicho inquieto que sou
rasgar silêncios procurar ser voz
teimoso e incredulamente crédulo
fora do baralho e o jogo corria bem

cada vez sei menos
e o que sabia esqueci

não estranho por isso
que não me entendam
não me oiçam nem me falem
sou de menos para mim
e de mais para muitos
sou o que incomoda por ser

eu e o outro somos um

ahcravo_DSC_6236

(torreira; regata da ria; 2011)