crónicas da xávega (27) – tudo é eles


enormes os homens

enormes os homens

a pedra em bruto
o mar em fúria
o homem

erguer o olhar
do tamanho de ser eu
coisa pouca

vejo esta gente imensa
que esculpe a pedra
vence o mar
faz vida

ser deles um bater breve
à porta da memória
deixar dito

tudo é eles

ahcravo_DSC_3717_marco_10

(xávega; torreira; 2010)