crónicas da xávega (61)


nu

ahcravo_DSC_4784_marco 12 bw

entrego-te tudo
para que faças o que não fiz
digas o que não escrevi
sejas o que nunca consegui

entrego-te tudo e fico assim
sentado à beira nada
esperando o que à praia der

nu

bota!

bota!

(torreira; companha do marco; 2012)

One thought on “crónicas da xávega (61)

  1. Nào quero nada para fazer o que não fizeste, dizer o que não escreveste, ser o que nunca conseguiste. . .!?

    Não quero porque NÃO SEI como vestir o NU à epera que a praia lhe devolva o TU

    No dia 27 de Abr de 2015 18:39, “ahcravo's Blog” escreveu: >.

    > ahcravo posted: “nu entrego-te tudo para que faças o que não fiz digas o que não escrevi sejas o que nunca consegui entrego-te tudo e fico assim sentado à beira nada esperando o que à praia der nu (torreira; companha do marco; 2012)” >

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s