postais da ria (100)


todo o tempo é hoje

agora é

agora é

todo o tempo é hoje
nele ser ainda
todos os instantes

estar vivo
é ser cais de onde se vê
partirem amigos
ilusões sonhos

todo o tempo é hoje
e nele cabe
cada vez menos nada

o instante

o instante

(ria de aveiro; torreira)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s