“Estou à espera” de lawrence ferlinghetti


o poema “Estou à espera”, faz parte do livro “Oral messages”, e foi traduzido para a colectânea ” Como eu costumava dizer” publicada em portugal em 1972

a beleza do sal (96)


“Recriação da safra à moda antiga” – foto 9

salina do corredor da cobra; armazéns de lavos; agosto; 2020

com a giga carregada à cabeça a tiradeira leva o sal para o armazém

os marnotos continuam a tirar sal dos montes e a encher outras gigas

“Preço” de fernando pinto do amaral


"Libertad no conozco sino la libertad de estar preso en alguien 
Cuyo nombre no puedo oir sin escalofrio" 
LUIS CERNUDA

o poema “Preço” faz parte do livro “Manual de cardiologia”