postais da ria (401)


por que não quero escrever

nada mais resta que uma varanda
sobre o tempo
uma corda tensa a prender os dias

nada mais que uma visão
coberta de silêncios e vozes idas

nada mais que palavras inventadas
onde já não as há

caminhos feitos muitos
por fazer 

uma corda esticada sobre os dias
procura uma guitarra
que certo é o fado

2 thoughts on “postais da ria (401)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s