o cancelamento da regata da ria e o apoio aos moliceiros


 

diria o sérgio godinho: “com um brilhozinho nos olhos” …..

 

considerando os prémios de participação e de mérito, o máximo que um moliceiro pode totalizar com as regatas do bico na murtosa e a do s. paio na torreira, será de 900 euros, tendo para tal de ficar em primeiro lugar nas duas.

 

uma vez que os custos de manutenção e pintura dos barcos para participarem nas regatas, nunca é inferior a 1.000 euros, compreender-se-á facilmente que, este ano, foram os donos dos barcos que participaram nas regatas, quem efectivamente financiou o turismo da ria.

 

esperemos que para o ano tal não volte a acontecer e que estes homens vejam reconhecido o seu esforço, amor e empenho na manutenção de uma tradição que os viu nascer e que consigo levam até onde ….

 

para eles, mais que um aplauso, um abraço solidário e reconhecido pelo que são: PORTUGUESES

regata de moliceiros, bico 2012 (cont.)


moliceiro “a. rendeiro”, do ti zé rebeço, que ficou em 2º lugar

moliceiro “dos netos”, do ti abílio “carteirista”, 3º classificado

o moliceiro “manuel silva”, do ti manuel “valas”, 4º classificado

o moliceiro “pequenito”, do ti manuel “vareiro”, 5º da geral e 1º dos barcos pequenos

os dois primeiros classificados na bóia do chegado

a partida em direcção ao poente

josé pedro, 12 anos, neto de zé rito, e que foi o timoneiro do 4º classificado

manuel “valas” que, com uma vela mais pequena que os outros e furada, quando ninguém dava nada por ele, chegou em 4º