quando o mar trabalha na torreira_antónio acabou


ti antónio acabou
 
indefinido rosto
duro, gretado, gasto
rasgado de histórias
desafiante porte

ao mar afoitos
no quebrar de ondas
o bojo da barca
parece voar

é assim esta gente
que mata a fome
quando come do mar

 
(torreira; século XX)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s