companha do marco, em colaboração com jorge bacelar


são estes os heróis
que o hino canta

ainda o sol não nasceu
já o arrais lê o mar
na pauta das ondas
estuda ritmos e pausas
lisos, lhes chama

afinada a companha
estudada que está a sinfonia
todos a executam a seu mando
vão seguros
ao encontro do incerto pão

aprenderam a ler o mar
antes das primeiras letras
sem o saberem
deixam escrito na espuma dos dias
um canto imenso à grandeza
de ser homem aqui
onde por vezes parece que já não

Poema de ahcravo