lembro-me de ser assim


 

 

lembro-me de ser assim…

“cumpria-se a terra
depois de agosto
nas eiras plenas de oiro
as desfolhadas

gentes de casa
em casa
o ritual da partilha
dos braços

em coro e ao desafio
a festa
em cantares de antes do milho
mãos
ágeis e sábias desfolhavam maçarocas

vermelha a maçaroca sorria
milho rei
o beijo pedido
celebrava ele também
o reiniciar da vida”

 

One thought on “lembro-me de ser assim

  1. José Cravo

    Também me lembro eu , se bem que ainda garota, destas belas desfolhadas!!!

    Mergulhos no passado, sabem tão bem!

    Bjsss Amigo Cravo

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s