postais da ria (333)


ó tu
0 ahcravo_DSC8180

torreira; safar redes; 2019

 
no tecer da rede
no fazer das malhas
o saber do pescador
 
a arte do engano
meticulosa
elabora armadilha
 
espero que saibas
que não sou peixe
 
ó tu
pescador de águas
turvas
 

3 thoughts on “postais da ria (333)

  1. De mansinho, ao anoitecer apareces…
    Tem cuidado… Tu, que não queres ser peixe…
    Amanhã e terça chove na Figueira…
    Tem cuidado, os dias cinzentos são bons para apanhar certas espécies…
    E afinal, diz o povo “pela boca morre o peixe “.
    Com um abraço da Amiga

  2. De mansinho, ao anoitecer apareces…
    Tem cuidado… Tu, que não queres ser peixe…
    Amanhã e terça chove na Figueira…
    Tem cuidado, os dias cinzentos são bons para apanhar certas espécies…
    E afinal, diz o povo “pela boca morre o peixe “.
    Com um abraço da Amiga

Deixe uma Resposta para Isabel Amorim Cancelar resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s