“Muranzel” de fernando pinto do amaral


ahcravo_DSC_5594_quase_fpm
Fernando Pinto do Amaral nasceu em Lisboa em 1960. Frequentou a Faculdade de Medicina, mas abandonou o curso, vindo a licenciar-se em Línguas e Literaturas Modernas, concluindo o Mestrado e o Doutoramento em Literatura Portuguesa. É Professor do Departamento de Literaturas Românicas da Faculdade de Letras de Lisboa. Publicou, desde 1990, cinco livros de poesia, dois volumes de ensaio e traduziu poemas de Baudelaire, Verlaine, Jorge Luis Borges e Gabriela Mistral.
(wook)
bilbio
Acédia (1990);
Modernidade e pós-modernidade na poesia portuguesa mais recente: autores revelados na década de 70 (1990);
O mosaico fluido : modernidade e pós-modernidade na poesia portuguesa mais recente (autores revelados na década de 70) (1991);
Na órbita de Saturno: cinco ensaios e uma paráfrase (1992);
A escada de Jacob (1993);
Às cegas (1997);
Discurso e imagens da melancolia na poesia portuguesa do século XX (1997);
Poesia reunida : 1999-2000 (2000);
Pena suspensa (2004);
Fluir perene: a cultura clássica em escritores portugueses contemporâneos (2004);
A aventura no Game Boy (2004);
Área de serviço e outras histórias de amor (2006);
A luz da madrugada (2007);
Poemas escolhidos (1990 – 2007) Contos (2009);
A minha primeira Sophia (2009);
O segredo de Leonardo Volpi: romance (2009);
Paliativos (2012);
Manual de cardiologia (2016)
O Terceiro Vértice (2019)
 
(wikipédia)

One thought on ““Muranzel” de fernando pinto do amaral

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s