“Muranzel” de fernando pinto do amaral


ahcravo_DSC_5594_quase_fpm
Fernando Pinto do Amaral nasceu em Lisboa em 1960. Frequentou a Faculdade de Medicina, mas abandonou o curso, vindo a licenciar-se em Línguas e Literaturas Modernas, concluindo o Mestrado e o Doutoramento em Literatura Portuguesa. É Professor do Departamento de Literaturas Românicas da Faculdade de Letras de Lisboa. Publicou, desde 1990, cinco livros de poesia, dois volumes de ensaio e traduziu poemas de Baudelaire, Verlaine, Jorge Luis Borges e Gabriela Mistral.
(wook)
bilbio
Acédia (1990);
Modernidade e pós-modernidade na poesia portuguesa mais recente: autores revelados na década de 70 (1990);
O mosaico fluido : modernidade e pós-modernidade na poesia portuguesa mais recente (autores revelados na década de 70) (1991);
Na órbita de Saturno: cinco ensaios e uma paráfrase (1992);
A escada de Jacob (1993);
Às cegas (1997);
Discurso e imagens da melancolia na poesia portuguesa do século XX (1997);
Poesia reunida : 1999-2000 (2000);
Pena suspensa (2004);
Fluir perene: a cultura clássica em escritores portugueses contemporâneos (2004);
A aventura no Game Boy (2004);
Área de serviço e outras histórias de amor (2006);
A luz da madrugada (2007);
Poemas escolhidos (1990 – 2007) Contos (2009);
A minha primeira Sophia (2009);
O segredo de Leonardo Volpi: romance (2009);
Paliativos (2012);
Manual de cardiologia (2016)
O Terceiro Vértice (2019)
 
(wikipédia)

One thought on ““Muranzel” de fernando pinto do amaral

Deixe uma Resposta para D. Nicolau Cancelar resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s