crónicas da xávega (187)


notas de um retirante

0-ahcravo_dsc_2863

o jorge carriço a relembrar velhos tempos

o último ano em que, na torreira, se fez alagem com bois, foi em 2001. (confirme-se com o joão da calada)

a companha era a do joão da calada e o barco, o óscar miguel.

entre os bois e os tractores, penso que houve um período curto em que se fez alagem a tirante. tire-se isto a limpo.

em 2013, ano de eleições autárquicas, pela primeira vez a câmara da murtosa fez uma recriação da xávega.

para o ano há de novo eleições, porque não, pelo menos de 4 em 4 anos, fazer uma recriação?

(torreira; setembro, 2013)