One thought on “era o tempo das papoilas e dos prados verdejantes

  1. não
    não abuso da rosa
    vermelha paixão que vibra ao toque
    só quero sentir a papoila
    beleza fulgaz e leve
    espalhando a rubra cor
    na linha verde do campo.

    Quero apenas o cetim vivo,objeto do toque
    da paixão
    que arde bela em tempo escasso
    dá-se viva à mão que a colhe
    partilha o cetim das pétalas
    e na mão amada morre
    breve.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s