quando o mar trabalha na torreira_sónia da fátima da joana


sonia da fatima da joana

 

da xávega filha
irmã do mar
sou na areia
mulher que se faz
cabeça erguida ao vento

as minhas férias de verão
são feitas de castelos de sonho
erguidos sobre cordas e redes
barcos e ondas

abro destinos na areia
pelos caminhos de ir e vir
corro mundo voos infinitos
só o corpo o sente
porque a trabalhar

vou com o vento
visitar as minhas amigas gaivotas
poisadas nas ondas
deixo por momentos os pés voarem
e sou ave

sonhar não mata

 

(torreira; século XX)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s