é tarde


há um cansaço imenso
parado nos teus olhos
prolongas-te no tempo
enches-te das memórias
onde permaneces o outro

ainda és
mas a sombra cresce
a cada dia

(torreira; marina dos pescadores)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s