os moliceiros têm vela (319)


vão chamar “barqueiros” …….

0 ahcravo__DSC1685.jpg

a regata da ria 2018, dá para escrever uma história.

quanto à divulgação – primeiro momento – foi a pior de sempre e provavelmente a mais cara. só no dia 22 começou a ser divulgada e na véspera não havia um cartaz sequer na torreira. mas temos uma parceria com uma empresa de liverpool experiente em eventos deste género. paguemos!

os moliceiros uniram-se, falaram e conseguiram aumentar os valores dos prémios, deixando o intermediário próximo do que merece. ainda é muito!

à regata faltou vento e ir contra a maré e sem vento ….. houve quem se cansasse e vai de “botar” motor. quando já eram uns quantos, a organização achou por bem dar por terminada a regata e foram todos a motor até aveiro. mas foi preciso que os moliceiros mostrassem, usando o motor, que assim não chegavam a aveiro, para que a organização se decidisse. custou, mas deu por ela!

hoje em aveiro, por decisão do júri, foi considerado que não haveria classificação de regata e o valor do prémio global seria distribuído pelos que ainda não se tinham posto a motor até ao momento de a regata ser dada por terminada.

para terminar, e porque quase tudo o que começa mal, mal acaba, aos moliceiros – homens- chamou a organização “barqueiros”!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

foi então que se perdeu um trovão e a possibilidade de uma faísca iluminar certas cabeças.

vão chamar “barqueiros ” ………

0 ahcravo__DSC1685 bw.jpg

(ria de aveiro; 30 junho 2018)

3 thoughts on “os moliceiros têm vela (319)

  1. O mais grave é o pelouro do turismo de Aveiro negligenciar a bandalheira que os operadores das “barcaças sem bica”, não lhes podemos dar outro nome, praticam todos os dias a passear os turistas nos canais da cidade. Adulterar, descaracterizar o património cultural dos Aveirenses, tem de ser penalizado e muito, essa é a exigência de qualquer cidadão desta região que tem orgulho de cá viver. Temos de nos unir para acabar definitivamente com esta bandalheira porque se não o fizermos agora corremos o risco de um dia não haver mais moliceiros na nossa querida RIA de Aveiro.

Deixe uma Resposta para Mário Barbosa Cancelar resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s