a beleza do sal (101)


Recriação da safra à moda antiga” – foto 14

salina do corredor da cobra; armazéns de lavos; agosto 2020

giga cheia à cabeça, cinquenta quilos quase, elas caminham com o porte das grandes senhoras que ao vê-las as invejam

a beleza do sal (99)


“Recriação da safra à moda antiga” – foto 12

(salina do corredor da cobra; armazéns de lavos; agosto; 2020)

com esta publicação termina a série de fotos em que pretendi mostrar a “Recriação da safra à moda antiga”, organizada em agosto de 2020 no ecomuseu do sal, nos armazéns de lavos.


esta série só foi possível graças a três factores – trabalho, amizade e sorte – e a três pessoas – santos silva, margarida perrolas e gilda saraiva.

esparsamente irão aparecendo outras fotos deste evento mas sem o carácter que a série revestiu.

o meu abraço a todos os que com a sua amizade me permitiram fazer estes “bonecos”.

na foto os marnotos (marronteiros) e os montes de sal

a beleza do sal (96)


“Recriação da safra à moda antiga” – foto 9

salina do corredor da cobra; armazéns de lavos; agosto; 2020

com a giga carregada à cabeça a tiradeira leva o sal para o armazém

os marnotos continuam a tirar sal dos montes e a encher outras gigas

a beleza do sal (88)


“Recriação da safra à moda antiga” – foto 1

marnoto com cunhos

no mês de agosto, na salina municipal do corredor da cobra, núcleo museológico do sal, nos armazéns de lavos, realiza-se a recriação da safra à moda antiga.


no passado dia 16 de agosto teve lugar a recriação de 2020.


os marronteiros com a ajuda de punhos, retiram o sal dos montes da última redura e carregam as gigas, que as salineiras (tiradeiras) levam à cabeça até ao armazém.


este ano, foram garantidas as medidas de segurança que o tempo exige e que podem ser vistas nas fotos que publicarei nos próximos dias.


nesta foto (primeira de uma série, que procurarei ser diária), feita antes da recriação, vê-se um marronteiro com os punhos


(salina do corredor da cobra; agosto; 2020)