a companha por herança


bruna e marlene murta

o falecido zé murta, deixou 4 filhos, uma neta e um pedido: não deixem morrer a companha.

a marlene sempre foi uma rapariga de trabalho e a responsável, desde que a conheço há muitos anos, pela contabilidade da companha, além de trabalhar no alar das redes, no conduzir dos tractores.

a sobrinha, bruna, de 3 anos, já segue as pisadas da tia. o ano passado já andava com as mãozitas nas cordas e este ano já a vi escolher peixe e separá-lo para as caixas certas.

apanhei-a, neste instantâneo, a imitar a tia no fazer das contas, cadernito na mão.

descansa zé, a companha continua.

(murtosa – torreira – companha do murta)