os moliceiros têm vela (15)


a palavra e o silêncio

a palavra e, ao longe, o silêncio

a palavra e, ao longe, o silêncio

um homem calado
é uma estátua fúnebre
plantada numa praça

as pombas agradecem
mais um poiso
e de branco a vestem

amanhã dirão de ti
o teu silêncio de hoje

herança amarga
a tua

a palavra enche o tempo e o espaço

a palavra enche o tempo e o espaço

(ria de aveiro; torreira; s. paio, setembro, 2014)

Anúncios

2 thoughts on “os moliceiros têm vela (15)

  1. . . .eh grito sem eco no imenso barulho dum silencio que o abafa!

    No dia 20 de Dez de 2014 17:08, “ahcravo's Blog” escreveu: > > ahcravo posted: “a palavra e o silêncio um homem calado é uma estátua fúnebre plantada numa praça as pombas agradecem mais um poiso e de branco a vestem amanhã dirão de ti o teu silêncio de hoje herança amarga a tua (ria de aveiro; torreira; s” >

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s