carta a vinicius 30 anos depois


vinicius de moraes (commons.wikimedia.org

saravá meu irmão porque hoje

faz 30 anos que te foste sem teres partido

mas sabes:

tem muita gente bebendo no bar

porque hoje é sábado

e um pato que passa em seu bambolear

porque hoje é sábado

a garota de ipanema continua linda

porque hoje é sábado

e maria bethânia é sempre bem vinda

porque hoje é sábado

tem um operário em construção

porque hoje é sábado

e toquinho pegou em seu violão

porque hoje é sábado

tem um poeta sentado à mesa

porque hoje é sábado

e uma festa feita de surpresa

porque hoje é sábado

tem uma garrafa de whisky e um copo cheio

porque hoje é sábado

há alegria e há receio

porque hoje é sábado

há uma voz rouca que canta

porque hoje é sábado

e nada no mundo já nos espanta

porque hoje é sábado

há uma moça morta em miramar

porque hoje é sábado

e um aniversário a comemorar

porque hoje é sábado

há um homem que não morrerá jamais

és tu meu poeta vinicius de moraes

porque hoje é sábado

há um poema que atravessa o mar

e há ondas que te querem abraçar

porque hoje é sábado

saravá meu irmão

porque hoje é sempre o teu sábado

(visita: http://www.tocadovinicius.com.br/)

3 thoughts on “carta a vinicius 30 anos depois

  1. Amigo,

    hoje estamos saudosas, eu aqui em minha cidade, minhas filhas uma nos Estados Unidos, onde vive com a família, outra passeando no Rio de Janeiro, a que aida vive comigo, porque aprendi muito nova a amar alguns escritores e poetas, e, talvez por isso, minhas filhas também os amaram, e minhas netas, a maioria, estão no caminho.

    Vinicius de Moraes, que deixou Silêncio, só agora revelado ao seu público, talvez seu último recem-descoberto poema, que será musicalizado, era e sempre foi meu poeta preferido, junto com Fernando Pessoa, Pablo Neruda e Diva Goulart, e, depois deles, muitos outros fabulosos também, como, para mim, continua insuperável Antoine de Saint-Exupéry, além de tantos fabulosos escritores que tive a bênção de ler, de amar.

    Gosto de suas fotos e de seus poemas, exatamente porque têm o condão de comover, de emocionar, pela limpeza e beleza de que são compostos.

    Obrigada de coração, especialmente, por sua amizade que sempre me foi muito importante, e sempre o será.

    Beijos carinhosos e amigos
    do Cerrado!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s