os últimos passos de passos


no aconchego

no aconchego

ontem e hoje, nos meios de comunicação, passos coelho responsabiliza, entre outros, o tribunal constitucional, por uma eventual crise.

 

e eu ….

 

eu começo a pensar no ladrão que, em julgamento, se vira para os presentes e diz:

“que fique bem claro que se eu for preso, pelo roubo que fiz, a responsabilidade é do sr. juiz que me condena e das vítimas que roubei.

eu só fiz o que achava que devia fazer”

a gente da nossa terra


um vídeo de Jorge Bacelar a que emprestei palavras

paridos do ventre
da terra
cresceram com os animais
o milho e as couves
são irmãos de todos
que a todos amam

os pés-raízes
bebem na mãe as forças
com que vencem
as surpresas adversas da natureza
e a perversidade do mundo
onde vigoram valores que lhes são estranhos

cansados desgastados
pelo tempo e a vida dura
acordam o dia e os galos da capoeira
que lhes matarão a fome em dias de festa
ou domingos de descanso por inventar

a terra os viu nascer
a terra os virá colher
a terra-mãe
a terra-mulher

Poema de ahcravo

o poder dos óculos de sol


ti miguel bitaolra

ti miguel bitaolra

 

 

por uns momentos

a fuga
a imagem não é daqui
é de vir até

o pescador
o homem das companhas
da torreira e do outro lado da barra
pôs uns óculos de sol
(quem sabe oferta de amigo ou turista)
voou e poisou aqui
já outro

de barba rija
português de gema
(como soi dizer-se)
o pescador
é agora actor num filme nacional
de promoção da xávega

por uns momentos
só por uns momentos
o sonho cresceu sobre a areia
e não durou mais
que a faina dá pouca folga

espectáculo ti miguel !