quando o mar trabalha na torreira_adelaide patarata (toninha)


adelaide patarata (toninha)

recordo ….

eu menina
o mar imenso
o tempo infinito

era verão
como agora
o sol a pino
fazia brilhar nas ondas
colares de gaivotas

a memória enche-me
eu própria sou memória
sorrio
ninguém sabe porquê

sou outra vez criança
e ninguém vê

 

(torreira; século XX)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s