safar peixe do saco


agostinho trabalhito e rafael dias

agostinho trabalhito e gabriel dias

 

houvesse gaivotas por perto e a limpeza seria mais fácil.

mas nem sempre aparecem para comer e para a fotografia.

a realidade é esta, não há gaivotas sempre, por isso é preciso estar lá para trabalhar todos os dias e muitos dias para fazer um registo gaivotado

(torreira; companha do marco; 2010)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s