crónicas da xávega (225)


a arte da fuga

a arte da fuga
não é exclusiva
de banqueiros

que o digam
os homens e as mulheres
do mar

a diferença
é que os primeiros fogem
com o que é dos outros

os segundos para salvar
o que de pouco têm
a vida e a roupa do corpo

0 ahcravo_DSC_2490 s

(torreira; arribar; 2016)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s