vai


ao fundo o mar

 
o despedir do sol
não é o despedir da beleza
procura dentro de ti
a luz que lá fora se
despede
 
tu és a luz
o caminho
também és tu
escuta-te
aprende-te
sê-te
 
desconheces-te tanto
é tempo de
caminhares para ti
no ir para o outro
 
as tuas mãos
acendem-se
ardem
são caminhos
de luz
 
vai