serem aqui gente


as mulheres-meninas da torreira

 

mulheres-crianças-meninas

ao peso das redes e das cordas

crescem na areia

beijando o mar

 

sabem das férias

o sabor a sal

a escamas no rosto

o corpo inteiro é

 

resistem

que mais se lhes não pede

não as chamam

vêm

não lhes pedem

fazem

 

crianças-meninas-mulheres

sorriem brincam são mais

no serem aqui

gente

 

(torreira; companha do murta)

A criação da Associação dos pescadores Avieiros


Foi criada a Associação para a Promoção da Cultura Avieira, abreviadamente designada por APCA, ou Associação dos Avieiros.

Este é mais um passo importante para a afirmação das comunidades Avieiras e uma forma de demonstrar que o projecto de candidatura da cultura Avieira a património nacional só faz sentido se conseguir em primeiro lugar contribuir para a melhoria das condições de vida e de afirmação das comunidades ribeirinhas.

De acordo com o documento que segue em anexo, produzido pela APCA para ser distribuído pela imprensa e pelas comunidades, pretendem os Avieiros ter uma voz e um papel ativos no apoio e na dinamização de ações que visem defender os interesses da sua comunidade, como também contribuir para a elevação da cultura Avieira a património nacional.

É nosso dever informar sobre a nova Associação e sobre a importância da sua constituição e é o que fazemos com a criação desta Folha Informativa.

Pela primeira vez uma Folha Informativa aparece com o número oficial do ISSN, o que significa que este instrumento de comunicação que o projecto criou, passa a estar disponível na Biblioteca Nacional de Portugal, atingindo uma dimensão institucional de âmbito nacional.

Ao IADE e ao nosso amigo Prof. Carlos Barbosa, ele próprio também perfilhado pelos Avieiros, agradecemos a preciosa colaboração para a criação do logótipo da APCA.

 O Gabinete de Coordenação

(Projecto de candidatura da cultura Avieira a património nacional imaterial e da Unesco)

 

FOLHA Nº08-2012_A Associação dos pescadores Avieiros