quem safa as redes, safa a vida?


depois de largar e alar
safar peixe se houver
há que safar e arrumar as redes
são muitas as horas
para tão pouco ganho

falo da solheira

 

(torreira; junho, 2017)

Anúncios

os moliceiros têm vela (271)


és tu sou eu

0 ahcravo_DSC_4075 s bw

varanda sobre a ria

não estranhes que
te estranhem
se estranho és
estranho seria que
te não estranhassem

ser o outro
a forma de seres tu
num mundo
em que ser é ser eu
é seres estranho

abraça quem te abraça
e deixa passar quem
por ti estranhando passa

este mundo meu amigo
pode não ser o teu
mas tu serás sempre
o mundo do teu amigo

não é estranho
és tu sou eu

0 ahcravo_DSC_4075 s

foi um sonho, hoje é realidade

(murtosa; regata do bico; 2017)