crónicas da xávega (232)


ouço-te cacilda

indizível o silêncio
verbalizá-lo é negá-lo

escrevo silêncio
silenciosamente

ouço-te cacilda

0 ahcravo_DSC_6015 s

mulher do mar da torreira, a cacilda

(torreira; 2016; carregar o saco)

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s