quando o mar trabalha na torreira_o arribar


arribar

o barco está a arribar

todos seremos poucos
para o trazer a terra

é preciso que não vire

cordas correm na areia
ganchos que urge
engatar
ir pelo mar até onde o corpo
permita

ensinar-lhe o caminho
mantê-lo direito apontado a terra
conforme o arrais

os gritos
correm pela areia
e todos
nunca somos demais

(torreira, século XX)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s