gente nobre esta


  • marlene murta

     

    dizer o teu nome

    mulher

    erguê-lo por entre

    os homens

    saber-te aqui rainha

    onde o mar

     

    tarefas as mais diversas

    te esperam

    das mais simples e humildes

    à voz de mando

    de ordem

    por sobre

     

    é esta a praia

    onde os pescadores

    recusam

    que deles  se diga

    serem

    os mais pobres

    dos pobres

     

    erguem-se orgulhosos

    e solidários

    aos seus irmãos mais pobres

    ofertam o peixe

    que sobra da faina

    e são ainda maiores

     

    gente nobre esta

    a que do mar faz casa

     

     

    (torreira, 2007)