enquanto o barco


 

o grupo do reçoeiro

o grupo do reçoeiro

 

espero

espero sempre

mesmo se não

saiba o quando

o como o porquê

 

é como se

um tempo outro

uma memória presente

pressentida

algo difuso

provocadoramente belo

 

existo

por entre

sem muitas vezes

saber como

tanto tempo assim

 

nada é nítido

temo quando o for

 

(torreira; companha do marco; 2010)

 

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s